O Congresso

A intensificação, a modernização e a importância da Inovação na atividade Industrial em todas as áreas da engenharia (Aeronáutica, Agrícola, de Alimentos, Ambiental, Biomédica, Civil, de Controle e Automação, de Minas, Elétrica, Eletrônica, de Materiais, Mecânica, Mecatrônicas, Metalúrgica, Naval, de Petróleo e Gás, Química, etc.), da arquitetura, da física, da meteorologia, etc. vem exigindo um aumento das pesquisas cientificas e tecnológicas no País.

A Fluidodinâmica Computacional (CFD) pode ser um instrumento fundamental nesta necessidade de melhoria do desempenho do parque industrial brasileiro. Isto ocorre, pois, através de CFD, é possível obter-se soluções numéricas, por métodos computacionais, das equações de conservação do momento e da massa e, dependendo do problema em análise, de outras equações de conservação, tais como as equações da energia e de concentração de dada espécie química. Com Isso, é possível, por exemplo, otimizar a geometria de automóveis, aviões, navios, reatores químicos, ciclones, etc. ou prever a dispersão de gases tóxicos ou inflamáveis na atmosfera ou em ambientes confinados ou, ainda, a dispersão de derramamentos de óleos em cursos d'água. É possível ainda estudar o escoamento de sangue nas artérias e de ar nos pulmões, a possibilidade de rompimento de aneurismas, a injeção e cura de materiais compósitos, o escoamento de petróleo em reservatórios, as trocas térmicas, as turbo-máquinas, a secagem de grãos, o conforto ambiental, as correntes de ar na atmosfera, etc.

O Congresso Brasileiro de Fluidodinâmica Computacional (CBCFD) é o momento oportuno para uma discussão mais abrangente das questões destacadas acima. Desta forma, o CBCFD apresenta um papel destacado na integração de profissionais das mais diversas áreas de pesquisa e do setor industrial.

Espera-se que essa integração venha a gerar inúmeras parcerias entre instituições de ensino e pesquisa e empresas do setor produtivo.

Assim, os principais objetivos do CBCFD são:

• Congregar profissionais das diversas áreas envolvidas com CFD, tanto do meio acadêmico quanto do meio industrial, que atuam nos setores de pesquisa, desenvolvimento e produção.

• Divulgar trabalhos técnico-científicos da área e propiciar trocas de experiências.

• Promover parcerias visando trabalhos conjuntos.

• Discutir temas relevantes ligados à Fluidodinâmica Computacional.

• Buscar uma maior aproximação entre o meio acadêmico e o meio industrial.

A participação do setor industrial/empresarial na apresentação de pesquisa/desenvolvimento e de técnicas e equipamentos em sessões específicas é muito bem-vinda. Haverá, durante o evento, exposição de produtos e equipamentos de diferentes companhias. As empresas interessadas em colaborar para o patrocínio do CBCFD 2018 podem entrar em contato com a comissão de organização para maiores detalhes.

 

Organização

COMISSÃO ORGANIZADORA

Presidente

Ricardo de Andrade Medronho - UFRJ

Co-Presidente

José Jefferson da Silva Nascimento - UFCG

Vice-Presidente

Savio Souza Venâncio Vianna - UNICAMP

Coordenadora Financeira

Tânia Suaiden Klein - UFRJ

Coord. de Tecnol. da Informação

Luiz Fernando Lopes Rodrigues Silva - UFRJ

Coord. de Infraestrutura

Fabio Pereira dos Santos

 

COMITÊ CIENTÍFICO DO CBCFD 2018

Presidente: Sávio Souza Venâncio Vianna – UNICAMP

Antonio de Oliveira Samel Moraes (Wikki Brasil)

Bruno Souza Carmo (USP)

Carlos Eduardo Fontes (ESSS)

Clovis Raimundo Maliska (UFSC)

Daniel da Cunha Ribeiro (UFES)

Dirceu Noriler (UNICAMP)

Emilio Paladino (UFSC)

Enda Dimitri Bigarella (Embraer)

Enio Souza (UFCG)

Fábio Pereira dos Santos (UFRJ)

Gabriela Cantatelli Lopes (UFSCAR)

Guilherme Araujo Lima da Silva (ATS)

Gustavo Anjos (UERJ)

Gustavo Roque da Silva Assis (USP)

Henry França Meier (FURB)

João Felipe Mitre de Araujo (UFF)

Jose Jailson Nicacio Alves (UFCG)

José Jefferson S. Nascimento (UFCG)

José Roberto Nunhez (UNICAMP)

Julio R. Meneghini (USP)

Leonardo Machado da Rosa (FURB)

Livia Flávia Carletti Jatobá (UERJ)

Luiz Fernando Lopes R. Silva (UFRJ)

Marco Antonio Barrozo (UFU)

Neilor César dos Santos (IFPB)

Paulo Laranjeira da Cunha Lage (UFRJ)

Pedro Araujo (DNVGL)

Raphael Moura Lopes Coelho (Petrobras)

Regis Silvestre da Costa Ataides (CD Adapco)

Ricardo Medronho (UFRJ)

Rogério Gonçalves dos Santos (UNICAMP)

Tânia Suaiden Klein (UFRJ)

Waldir Pedro Martignoni (FURB)

William Wolf (UNICAMP)